sábado, 5 de julho de 2014

TESTEMUNHO DE UM MILAGRE!...










Oi, amigos!

Hoje vou postar um depoimento sobre um milagre que aconteceu com minha sobrinha, na verdade, ela é esposa de meu sobrinho. Quero que quantos puderem ler e divulgar, estarão ajudando muitas pessoas na mesma situação e que perderam a esperança em Deus e na vida.

Há um ano e alguns meses, pedi muitas orações para Marina Alves a todos vcs e prometi que daria o meu testemunho depois. Pois, hoje, com o seu consentimento, estou aqui para fazê-lo. Marina Alves é casada com meu sobrinho, mãe de uma menina de 5 anos na época. Ficou grávida e no terceiro mês de gestação, foi diagnosticada com CA primário no intestino com metátese no fígado. Foi uma correria contra o tempo. Foi desenganada pelos médicos que falaram até em tirar a neném, pois, possivelmente, nenhuma das duas sobreviveria. Liberaram as visitas e falaram que só Deus poderia fazer um milagre. Mas não acreditavam nesta possibilidade. Começamos uma corrente de orações e Marina começou com sessões de quimioterapia. Foram dias de muito sofrimento mas ela não se entregava ao desânimo. Sorria sempre, não reclamava de nada e muitas vezes ela que nos transmitia confiança . Sempre acreditando em Deus e na sua cura. Com 8 meses de gestação foi feito o parto e nasceu a Vitória, perfeita e linda. A quimio não a afetou em nada. Logo após o parto, a quimio continuou até optarem pela cirurgia do fígado primeiro. Foi retirado 80%. Passado algum tempo, foi a vez de tirar parte do intestino. Mas não acabou aí. Deu água no pulmão, trombose, água na barriga e ela suportando heroicamente todos os tratamentos invasivos. Gente, milagre existe e ela é Vitória são provas visíveis e palpáveis. Deus, por razões desconhecidas permitiu que ela passasse por esta situação e que nós pudéssemos crescer em nossa fé. Hoje, Marina já está fazendo suas atividades normalmente, apenas fazendo um controle regularmente. Vitória está quase fazendo um aninho ( agosto) e a felicidade voltou ao seu lar. Agradeço a todos que acompanharam estes momentos de nossas angústias, e peço que nunca percam a fé e nem a esperança. Deus nunca nos abandona e sabe sempre a hora de agir. Ela também não dá nenhum peso que nossos ombros não agüente. Marina também agradece a todos que oraram por ela e que ajudaram de alguma maneira.

Nenhum comentário: